ÁUDIOS

11 de julho - 2019

SETEMBRO

 

#24 – MINUTO CIDADANIA

O governador Reinaldo Azambuja sancionou a lei que estabelece punições administrativas a serem aplicadas a todo o ato discriminatório por motivo de raça ou cor praticado no Estado por qualquer pessoa. A Subsecretária Estadual de Políticas Públicas para a Promoção da Igualdade Racial, Ana José Alves comenta a nova lei.

Download do Áudio


AGOSTO 

 

#23 – MINUTO CIDADANIA

O Governo do estado encerra nesta sexta-feira a campanha Agosto lilás, que é realizada anualmente em alusão à data de sanção da Lei Maria da Penha, com o objetivo de sensibilizar a sociedade para o problema grave que atinge milhares de mulheres diariamente.

A campanha tem como carro chefe o “Programa Maria da Penha vai à Escola”, que debate com alunos da rede estadual as formas de violência contra a mulher e como identifica-las. A secretária estadual de educação Maria Cecilia Amendola da Motta, faz um balanço das atividades realizadas nas escolas.

Em caso de dúvidas e informações ligue 180. Em caso de urgência, quando a violência está acontecendo ligue 190.

 

Download do Áudio

 


#22 – MINUTO CIDADANIA

enfrentamento a violência contra as mulheres tem registrado conquistas significativas, porém ainda há muito o que avançar na garantia da igualdade entre homens e mulheres. A Defensoria Pública do Estado é parceira da campanha Agosto Lilás.

Graziele Carra Dias, defensora pública, ressalta a importância do trabalho conjunto no combate a todas as formas de violência contra a mulher.

Download do Áudio 

 


#21 – MINUTO CIDADANIA

A Lei Maria da Penha é um divisor de águas nos crimes de violência contra a mulher. Ela trouxe o problema que muitas mulheres enfrentavam para a visibilidade.

Um combate que envolve todos os setores da sociedade e órgãos governamentais. O delegado geral da Polícia Civil – doutor Marcelo Vargas, ressalta que a Polícia Civil está preparada para atender a essas mulheres.

Download do Áudio

 


#20 – MINUTO CIDADANIA

Estamos no mês da campanha Agosto Lilás que tem o objetivo de sensibilizar a sociedade sobre a violência doméstica e familiar contra a mulher e divulgar a Lei Maria da Penha.

De acordo com a Subsecretária de Políticas Públicas para Mulheres – Giovana Correa, é de suma importância a participação de toda a sociedade no enfrentamento à violência contra mulheres.

E lembre-se para dúvidas e informações ligue 180. Em caso de urgência ligue 190.

Download do Áudio

 


#19 – MINUTO CIDADANIA

Realizada desde 2016 em comemoração ao aniversário da Lei Maria da Penha, a campanha “Agosto Lilás” entrou no calendário de eventos de Mato Grosso do Sul, como a maior campanha de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher.

De acordo com a secretária especial de Cidadania, Luciana Azambuja, a campanha contribui com a conscientização e com a mudança de comportamento de toda a sociedade.

Luciana, explica que a campanha, que está em sua 4ª edição, contribui no enfrentamento à violência contra meninas e mulheres.

Download do Áudio

 


JULHO

 

#18 – MINUTO CIDADANIA

A septuagésima reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), realizada na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, trouxe para o debate as questões Afro e Indígenas.

A Coordenadora da Subsecretária Estadual de Políticas Públicas para Igualdade Racial, Ângela Vanessa Epifânio, ressalta a importância do evento que entrou no calendário da campanha “Julho das Pretas”.

Download do Áudio

 


#17 – MINUTO CIDADANIA

O Julho das Pretas promove também a reflexão sobre o preconceito racial da mulher negra no mercado de trabalho. Para a psicóloga Karô Castanha, o ambiente empresarial tem imensa dificuldade em avançar no combate ao racismo.

Download do Áudio

 


#16 – MINUTO CIDADANIA

Julho é o mês da celebração da luta e da resistência da mulher negra, e também do enfrentamento ao racismo. A Coordenadora de Políticas Públicas de Promoção da Igualdade Racial de Campo Grande, Rosana Anunciação, fala sobre esse crime que ainda é cometido nos dias de hoje.

Download do Áudio

 


“CODESUL FRONTEIRAS” É APRESENTADO EM AUDIÊNCIA NO SENADO

O “Codesul Fronteiras” é o projeto que trata do enfrentamento à violência contra as mulheres nos 77 municípios dos quatro Estados-membros do Codesul, e surgiu com base em um projeto genuinamente sul-mato-grossense – o “MS Fronteiras”.
Nesta quinta-feira, dia 11, a secretaria Especial de Cidadania, Luciana Azambuja, representando o governador Reinaldo Azambuja e a Comissão Permanente de Políticas para Mulheres do Codesul, apresentou o projeto em audiência pública na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado Federal. Para ela esse momento foi um marco nas políticas públicas de enfrentamento da violência contra a mulher nas fronteiras.
Luciana destacou qual foi a proposta deixada na audiência pública.
A Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional é presidida pelo senador de Mato Grosso do Sul, Nelsinho Trad.

Download do Áudio

 


#15 – MINUTO CIDADANIA

Com o objetivo de levar informações visando a garantia de direitos, enfrentamento ao racismo, aos preconceitos, discriminações e à violência contra as mulheres negras sul-mato-grossenses, a Subsecretaria de Políticas Públicas para a Promoção da Igualdade Racial, lança na próxima semana a campanha “Julho das Pretas”.
A Subsecretaria de Políticas Públicas para a Promoção da Igualdade Racial, Ana José Alves explica o objetivo e o surgimento da campanha.
O lançamento da Campanha Julho das Pretas será na próxima terça-feira, nove, ás 15h na Associação Familiar da Comunidade Negra São João Batista, em Campo Grande.

Download do Áudio

 


JUNHO

 

#14 – MINUTO CIDADANIA

Junho Prata é o mês de combate à violência contra a pessoa idosa. Segundo o diretor do Asilo São Joao Bosco de Campo Grande, Gersino José dos Anjos, o mês é dedicado a conscientização da sociedade sobre os problemas enfrentados pelos idosos.
Os casos de violência podem ser denunciados pelo Disque 100, ou diretamente em qualquer delegacia de polícia.

Download do Áudio


#13 – MINUTO CIDADANIA

Denominado como Junho Violeta/Prata, estamos no mês de combate à violência contra a pessoa idosa, instituído no Estado pela lei 5.215 de junho de 2018.
A presidente da Comissão dos Direitos dos Idosos da OBA MS, Lilian Veronesi, explica um pouco sobre os tipos de violência e a importância de conscientizar a população deste crime que configura uma grave violação de direitos.

Download do Áudio

 


#12 – MINUTO CIDADANIA

Coordenada pelo Governo de Mato Grosso do Sul a Semana Estadual de Combate ao Feminicídio já passou, mas suas ações se estendem pelo resto do ano em todo o Estado.
O objetivo da campanha é a conscientização e mobilização de toda sociedade contra o assassinato de meninas e mulheres. É o que nos conta a Subsecretária Estadual de Políticas para Mulheres, Giovana Corrêa Vargas.

Download do Áudio


#11 – MINUTO CIDADANIA

Junho é o mês oficial da Campanha Estadual de Combate ao Feminicídio, termo utilizado para classificar  o assassinato de mulher, motivado por violência doméstica ou discriminação de gênero.

Bruna Oliveira dos Santos, de 29 anos, é uma sobrevivente deste tipo de crime e é quem manda um recado para toda a sociedade.

Download do Áudio

 


MAIO

 

CAMPANHA DE COMBATE AO FEMINICÍDIO LEVARÁ INFORMAÇÕES A TODOS OS CANTOS DO ESTADO

Nesta segunda-feira, dia 27, o Governador Reinaldo Azambuja, lança a Campanha Estadual de Combate ao Feminicídio, instituída por Lei Estadual, que estabelece ainda o dia 1º de junho como o “Dia Estadual de Combate ao Feminicídio”, e a primeira semana de junho como a “Semana Estadual de Combate ao Feminicídio”.
O evento é uma realização do Governo do Estado, por meio da Subsecretaria Especial de Cidadania (SECID) e Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulheres. Luciana Azambuja, Subsecretária Especial de Cidadania esclarece em quais casos em que os crimes podem ser tipificados como feminicídio.
Direcionado para mulheres de diferentes segmentos a Campanha terá ações focadas em três frentes, conforme explica a Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulheres, Tereza Trad.
Luciana Azambuja reforça que a meta da campanha é que a divulgação se multiplique e que as pessoas abracem a causa, levando informação a todos os cantos do estado.
A atriz Luiza Brunet será a madrinha da Campanha e sua vinda à Campo Grande no dia 1º de junho está confirmada. Ela participa da caminhada alusiva ao Dia Estadual de Combate ao Feminicídio.

Download do Áudio

 


#10 – MINUTO CIDADANIA

Você sabia que os direitos da diversidade sexual estabelecem ações efetivas do Estado para assegurar o exercício da cidadania e a inclusão social da população LGBT?
No Mato Grosso do Sul o Governo atua através do Centro de Referência em Direitos Humanos de Prevenção e Combate à Homofobia, com atendimento psicossocial a pessoas LGBTs que tiveram seus direitos violados, vítimas de discriminação, e apuração de denúncias através de
processos administrativos.
Frank Rossate, subsecretário de políticas públicas LGBT, conta um pouco mais sobre o trabalho do CENTRHO.

Download do Áudio

 


#09 – MINUTO CIDADANIA

No dia 17 de maio de 1990, a homossexualidade foi excluída oficialmente da Classificação Internacional de Doenças da Organização Mundial da Saúde, a OMS.
Desde então a data tem sido comemorada como uma importante conquista, não apenas de homossexuais,mas também dos transgêneros, travestis e bissexuais, e servido principalmente para a conscientização da população.
Lembrando este diaMarcia Gomes Moraes, coordenadora do Fórum de Usuários do SUS e militante LGBTé quem manda um recado em forma de apelo para a sociedade sul-mato-grossense.

Download do Áudio

 


#08 – MINUTO CIDADANIA

Você já ouviu falar na carteira de nome social? Vinculada com a identidade civil original, é um serviço oferecido pelo Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, que assegura as pessoas travestis e transexuais se apresentarem pelo nome do qual se identificam, em contraste com o nome registrado, que não reflete sua identidade de gênero.
Neuza Araújo, coordenadora do Centro de Referência em Direitos Humanos de Prevenção e Combate à Homofobia é quem explica mais sobre o assunto.

Download do Áudio

 


#07 – MINUTO CIDADANIA

Em junho de 2017 o Governo do Mato Grosso do Sul se tornou referência ao criar a primeira subsecretaria de políticas públicas LGBT do país, garantindo assim a defesa, o reconhecimento da questão de gênero e a inclusão institucional.
O subsecretário, Frank Rossatte conta que a existência do órgão colabora com a disseminação adequada de informações sobre a população LGBT, desenvolvendo projetos que ajudem a proteger este público do preconceito, intolerância e violência, com políticas locais.

Download do Áudio

 


ABRIL

 

#06 – MINUTO CIDADANIA

O Minuto da Cidadania de hoje vai contar como o Governo do Estado tem estimulado a elaboração de projetos e atividades de integração voltados para o índio, através da Subsecretaria de Políticas Públicas para a População Indígena, criado em 2015 pelo Governo atual. Quem comenta sobre o assunto é a subsecretária Silvana Terena.

Download do Áudio

 


 

#05 – MINUTO CIDADANIA

Nesta sexta-feira, dia 19 de abril, é comemorado o dia nacional do índio. Além de celebrar a contribuição cultural e étnica ancestral, com conhecimentos ainda vivos na sociedade, a data vem para visibilizar o índio como um cidadão que tem o direito de determinar o seu próprio destino. Quem comenta sobre o assunto é o biólogo e mestre em sustentabilidade, Leosmar Terena.

Download do Áudio


 

#04 – MINUTO CIDADANIA

O Minuto da Cidadania volta a falar da Conscientização do Autismo. Quem comenta um pouco sobre as dificuldades que as famílias e principalmente as mães de autistas enfrentam, é Mara Rúbia Rodrigues, mãe de uma menina autista e ex vice-presidente da AMA- Associação de Pais e Amigos do Autista de Campo Grande.

Download do Áudio

 


 

#03 – MINUTO CIDADANIA

Nesta semana, no dia 2 de abril, foi celebrado o dia Mundial da Conscientização do Autismo. A data conscientiza a população contra a discriminação e o preconceito que cercam as pessoas afetadas por esta síndrome neuropsiquiátrica. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), uma a cada 160 crianças no mundo possui um Transtorno do Espectro do Autismo (TEA). A presidente do Pro D Tea, Carolina Spinola comenta sobre estes números no Mato Grosso do Sul.

Download do Áudio

 


 

COMITÊ ESTADUAL É MAIS UM INSTRUMENTO DE COMBATE AOS CRIMES DE FEMINICÍDIO

A criação de um Comitê Estadual de Combate ao Feminicídio vai garantir que todas as ações de combate a estes crimes, em todas as esferas, estejam alinhadas, e com isso ganhem mais força e repercussão na sociedade.
A Subsecretária de Cidadania, Luciana Azambuja explica que além de centralizar essas ações, o Comité deve ampliar as parcerias na construção de ações estratégicas para o enfrentamento as mortes violentas de mulheres ocorridas no Estado.
Todos os dias, um número significativo de mulheres, jovens e meninas são submetidas a alguma forma de violência. No Mato Grosso do Sul de acordo com dados da Delegacia Geral da Polícia Civil (DGPC/MS), 13 mulheres foram vítimas de feminicídio neste ano.
Hoje o Brasil dispõe da 3ª melhor legislação do mundo no combate à violência doméstica, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), a Lei Maria da Penha.

Download do Áudio

 


MARÇO

 

#02 – MINUTO CIDADANIA

As mulheres do Mato Grosso do Sul contam com uma ajuda a mais no combate à violência doméstica: “Mulher Segura”, da Polícia Militar.
O Programa proporciona um atendimento mais humanizado e com maior capacitação técnica às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar.
De acordo com o idealizador e coordenador estadual do Programa, o tenente-coronel Josafá Dominoni, além de fiscalizar o cumprimento de medidas protetivas e promover visitas técnicas, o Promuse quando necessário, encaminha as atendidas pelo Programa para a rede de atendimento e apoio.

Download do Áudio

 


 

#01 – MINUTO CIDADANIA

O dia 8 de março é celebrado em todo o mundo para reconhecer as conquistas sociais, políticas e culturais das mulheres. O Dia Internacional da Mulher também é uma oportunidade de chamar atenção para a necessidade de acelerar os movimentos em direção à igualdade de direitos e de condições em relação aos homens.
A Subsecretária e Políticas Públicas para as Mulheres, Giovana Correa aborda a importância da data para a sociedade e para o Estado do Mato Grosso do Sul.

Download do Áudio

 


FEVEREIRO

 

DIÁLOGO ENTRE PAIS E FILHOS É FERRAMENTA ESSENCIAL CONTRA GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA

Com objetivo de disseminar informações de teor educativo e métodos preventivos para a redução da gravidez precoce, o governo do Estado envolveu várias secretarias e subsecretarias, na Campanha alusiva a Semana Nacional  de Prevenção da Gravidez na Adolescência.
A Subsecretária da Cidadania Luciana Azambuja alerta que os números são preocupantes, e a informação ainda é a ferramenta mais eficaz.
A campanha prevê ações e atividades, incluindo as capacitações voltadas para os colaboradores de cada secretaria de Estado para que trabalhem em suas áreas. Dessa forma será possível divulgar ainda mais a ação e atingir o maior número de adolescentes possível.
A Subsecretária da Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulheres, Giovana Correa acredita que a educação sexual é a melhor maneira de evitar a gravidez na adolescência.
A ex senadora Marisa Serrano é a autora da lei que criou a Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência.
Dados levantados pela SES apontam que no Estado de Mato Grosso do Sul, em 2018, 6.495 adolescentes entre 10 a 19 anos engravidaram e deram à luz. Desses, 3.166 são adolescentes até 17 anos, sendo 344 até 15 anos.

Download do Áudio